fbpx

Morar sozinho: conheça as vantagens e desvantagens

De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), aproximadamente 16% dos lares brasileiros pertencem a pessoas que moram sozinhas. E, surpreendentemente, a maioria dessas pessoas é do gênero masculino. Ou seja, aquela história de que homens não sabem cuidar de uma casa já ficou para trás!

Os motivos para que as pessoas optem por uma residência só deles são os mais diversos. Desde a necessidade de mudança devido ao trabalho e aos estudos, até o adiamento do casamento ou casos de separação.

No entanto, independentemente da situação, essa não é uma decisão fácil. Mesmo que morar com os pais, cônjuges, familiares ou amigos seja um desafio, morar sozinho também traz suas dificuldades.

Afinal, a partir de agora é você por você mesmo. Sem ajuda, sem companhia e, muitas vezes, sem nem mesmo o suporte de alguém querido. É um passo enorme e muito importante!

Então, se você está pensando em morar sozinho, mas ainda não conseguiu se decidir em relação aos prós e contras, confira este conteúdo. Deixamos abaixo as cinco vantagens e cinco desvantagens de morar sozinho, basta que você avalie cada uma delas.

A melhor opção, nesses casos, é colocar tudo em uma balança. Portanto, pense com cuidado e não perca seus sonhos de vista, afinal, tudo fica mais simples quando temos um objetivo.

O que levar em consideração ao decidir morar sozinho

O coração já está apertado e a ansiedade tem tirado seu sono? Não se preocupe! Nós escrevemos este conteúdo para te ajudar com essa decisão tão importante. Por isso, corra para pegar um pedaço de papel e uma caneta. Nosso checklist de vantagens e desvantagens já está pronto!

Vantagens de morar sozinho

1. Crescimento pessoal: agora é com você!

Até o início da vida adulta, todo mundo depende diretamente de outras pessoas. E mesmo depois disso. Afinal, sabemos que a independência não chega do dia para a noite e que o crescimento pessoal é um longo processo.

Porém, morar sozinho pode ser a virada de chave da sua vida. Isso porque, de repente, você perceberá que muitas das tarefas compartilhadas antes agora são de sua inteira responsabilidade. Como dissemos acima: agora é com você!

É claro que é bem possível que você possa contar com o suporte de familiares e amigos, mas ainda assim é você quem decide.

2. Privacidade

Uma das maiores vantagens de morar sozinho, e um dos grandes motivadores para essa decisão, é a privacidade. Afinal de contas, morar sozinho te dá liberdade de fazer o que quiser sem que ninguém fique de olho o tempo todo.

Isso significa que você não precisa mais trancar a porta do quarto para fazer um telefonema. Além disso, pode deixar o notebook ou o celular ligado sobre a mesa com as conversas abertas.

Um verdadeiro sonho para quem gosta de manter sua vida privada… Bem, privada, né?

3. Liberdade

Sair e chegar a hora que quiser, cozinhar o jantar ou não, ouvir música ou ficar em silêncio… A escolha é toda sua! Desde a roupa com a qual você anda pela casa até a hora que abre as janelas. Se é que você abre!

Morar sozinho te garante a liberdade de fazer o que você realmente quiser e no seu tempo. Portanto, se você é uma pessoa de hábitos e manias, que gosta de tudo do seu jeito, bom, essa pode ser uma opção para você.

Afinal, sempre chega um momento na vida em que precisamos fazer nossas próprias escolhas, certo?

4. Independência

Se você optar por morar sozinho, terá a chance de administrar sua própria vida e sua própria rotina. E aqui voltamos a falar sobre a primeira vantagem: o crescimento pessoal.

No entanto, precisamos nos lembrar de que ser independente não significa não depender de ninguém. Afinal, isso é teoricamente impossível. Você depende do carteiro que entrega suas correspondências, depende de quem produz o alimento que você compra no mercado e de quem costura suas roupas.

Além disso, depender de alguém de outras formas, mesmo financeiramente falando, não é motivo de vergonha. Entretanto, é preciso buscar reverter a situação e aprender a “se virar sozinho”.

E sabe aquela história de que só aprendemos mesmo quando praticamos? Morar sozinho vai te empurrar, às vezes não tão delicadamente, para esse caminho da independência.

5. Sua casa é a sua cara

O espaço é seu! Decore como quiser, organize como preferir, escolha aquilo que mais te agrada, pinte as paredes com as cores que mais combinam com você. Afinal, é você quem tem que se sentir confortável na sua própria casa.

Vamos voltar um minutinho ao tópico da liberdade?

Desvantagens de morar sozinho

1. Estar sozinho

Se você é uma pessoa muito sociável e que gosta de companhia, então talvez precise se preparar psicologicamente para morar sozinho. Isso porque você precisa entender que, em diversos momentos do dia, será apenas você.

É muito provável que você faça suas refeições sozinho, afinal, não é sempre que dá para sair com o pessoal. E o silêncio também será predominante, porque a TV pode até fazer barulho, mas não substitui uma pessoa.

Para quem cresceu em uma casa cheia de pessoas ou valoriza boas companhias, esse pode ser um grande desafio.

2. O serviço da casa é seu

Já pode esquecer aquela história de que você lava e o outro seca, morar sozinho significa ter ninguém com quem dividir a louça na pia. Está preparado para isso? Afinal, sabemos bem que cuidar de uma casa não é tão fácil assim.

E é claro que podemos contar com a tecnologia, que contribui muito, e os vários tipos de limpador de uso geral, que fazem uma grande parte do nosso trabalho. No entanto, o cronograma de limpeza é todo seu!

Ah, e nada de enrolar! Quanto mais tarefa acumulada, mais difícil fica. Então, se você não tem como encaixar uma diarista no seu orçamento, pode ir se preparando para os dias dedicados à faxina da casa.

3. As contas virão no seu nome

Precisamos falar mais alguma coisa? Morar sozinho pode parecer um verdadeiro sonho até que os boletos cheguem. A partir daí você já pode imaginar. Então, morar sozinho também significa pensar duas vezes antes de gastar com qualquer coisa.

Portanto, já pode começar a pensar em um planejamento financeiro.

4. Cozinhar só para você

Essa tarefa pode ser bem desanimadora às vezes. Por isso, é muito comum perceber aumento nos pedidos de alimentos por delivery por quem mora sozinho. Mas além de nada saudável, isso pode ser um tiro no próprio pé, financeiramente falando.

Então, caso decida morar sozinho, já pode aprender a cozinhar e comece a trabalhar a ideia de quem nem todo mundo vai poder saborear aquela receita nova. Aprenda a cozinhar para você, porque você merece.

5. Mobiliar a casa

Pode ser trabalhoso e mais custoso do que você imagina. Afinal, se você está buscando sua independência e crescimento pessoal, não adianta nada buscar uma coisa ou outra na casa dos pais, combinado?

Mobiliar sua casa e montar o seu próprio espaço sozinho pode ser muito desafiador, mas ao mesmo tempo é muito recompensador. Já pensou como será a experiência de olhar para a sua casa e saber que você construiu tudo aquilo?

Mas devemos admitir, não é fácil. Então, nada de desistir! Encare como uma meta pessoal e entenda que vai levar o tempo necessário, mesmo que pareça demorar bastante.

E aí? Já decidiu? Então deixe nos comentários a sua opção. Ah, e caso você já more sozinho, este é o momento ideal para ajudar quem está começando agora. Que tal deixar algumas dicas nos comentários também?

Gostou do nosso conteúdo? Leia mais: Como limpar a casa gastando pouco

Compartilhar este Post

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on pinterest

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Ao clicar em “Publicar comentário” você concorda que leu e aceita os termos e políticas de privacidade do site.

Pesquise no Blog

Últimos Posts

Veja a ação da Espuma Mágica

Posts Relacionados